FIEMG promove curso de Operador Econômico Autorizado 01/07/2015

SJJ_1880

 

Empresas que obtiverem certificação ganharão agilidade e economia nos processos de importação e exportação

FIEMG, através do Centro Internacional de Negócios (CIN), deu mais uma colaboração para agilizar processos de importação e exportação da indústria. No dia 1º/07, na sede da entidade, foi realizado o Curso Operador Econômico Autorizado (OEA). Participaram representantes de 17 empresas, que vieram aprender como obter a OEA – uma certificação concedida pelas aduanas a importadores, exportadores, agentes consolidadores, portos, aeroportos, terminais, companhias marítimas, e demais atores da cadeia que lhe confere o status de empresa segura e confiável em suas operações.

Uma das participantes foi a analista de Importação da GE, Beatriz Souza. Ela elogiou a iniciativa e prevê que se sua empresa obtiver a certificação, ela ganhará agilidade e economia no trabalho de importar e exportar. “Isso vai facilitar muito e otimizar todo o processo. Ganhamos no curso um manual passo a passo que ensina o caminho até lá”, disse.

O curso foi dado pelos consultores Fabiano Pieri, Helena Panteliades e Fernando Pieri. Eles contaram que os participantes se mostraram muito interessados nas informações e ficaram convencidos da utilidade do programa. Os consultores explicaram que o OEA traz previsibilidade para os negócios (as empresas sabem quando a mercadoria chega ao destino) e economia (a redução de custo para importação pode chegar a 30%) para as empresas. “O Programa OEA visa atingir 50% do volume de exportações e importações até 2019, isso vale para empresas de todos os setores e portes”, explicaram.

O analista de Negócios Internacionais do CIN, Frederico Eduardo de Figueiredo, analisa que o OEA é uma das iniciativas que a Receita Federal está promovendo para se modernizar e aumentar a confiança das empresas na instituição. Ele acredita que em breve o mercado passará a exigir a certificação. “A empresa que garantir mais agilidade e economia no processo ganhará clientes”, avalia.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *